domingo, 24 de julho de 2016

Capítulo 8

“Halt, de barba grisalha, é um lutador
Ouvi dizer por aí
Que ele corta os cabelos
Com faca e garfo
Halt é um ótimo sujeito
Halt é um ótimo sujeito, eu garanto
Halt é um ótimo sujeito
E é por isso que eu canto”

Will bateu o último acorde na bandola assim que terminou as últimas palavras, deixando que as notas ecoassem. Delia aplaudiu e riu, deliciada.
 Você é muito bom  ela disse, com uma nota de surpresa em sua voz.  Você devia vir na taberna e cantar alguma dia.
Will balançou sua cabeça.
 Eu acho que não  ele disse.  Sua mãe não iria gostar de ver o seu bar esvaziar comigo cantando e tocando.
Para dizer a verdade, ele estava certo de que a ideia de cantar e tocar divertidas canções na taberna não condiz com a dignidade ou com o ar de mistério dos arqueiros. Ele não estava totalmente certo de que deveria ter tocado para Delia, quando pensou sobre o assunto. Mas ela era linda e amigável e ele era jovem e um pouco solitário e decidiu que poderia dar a ele mesmo uma margem para manobra sobre o assunto.
Eles estavam sentados na varanda da cabana. Era final da tarde e o sol de outono estava baixo no oeste, e a luz, manchada pelos galhos meio nus das árvores. Na semana passada, desde o banquete com os escandinavos, Delia começou a tomar o lugar da mãe na entrega de seu jantar. Nessa noite, quando ela chegou, ele estava sentado praticando a parte instrumental de Velho Halt Barba Grisalha, uma complexa sequencia de dezesseis notas, tocadas num ritmo de condução. Ela pediu para ele tocar novamente e cantar também. A música era tradicional, originalmente intitulada Velho Joe Fumaça, e era sobre um pastor descabelado que dormia com suas cabras para se manter aquecido. Quando Will começou a aprender a bandola, ele brincou intitulando a música de Velho Halt Barba Grisalha, como um comentário ao cabelo e barba despenteados de seu mentor.
 Mas o arqueiro Halt não se opõe a você ficar fazendo piada dele assim?  Delia perguntou, com os olhos um pouco arregalados.
A reputação sinistra de Halt era conhecida em todo o reino. A ideia de satirizar ele pareceu perigosa para ela. Will deu de ombros.
 Ah, Halt não é tão sério quanto você pensa. Ele realmente tem um grande senso de humor  ele disse.
 Ele certamente estava rindo na hora que fez você passar toda a noite em cima de uma árvore por cantar essa canção  veio uma voz atrás deles.
Era uma voz familiar. Baixa, feminina e com uma cadência única que lembrou Will de uma corrente que flui sobre pedras lisas. Ele a reconheceu de primeira e pulou, virando-se para o locutor, enquanto ela se aproximava no fim da pequena varanda.
 Alyss!  Ele disse, um sorriso encantado se espalhando por todo seu rosto. Ele saiu a seu encontro, suas mãos saindo em saudação. Ela as tomou para si própria quando entrou na varanda.
Ela era alta e muito elegante, vestida em um lindo vestido branco. Era o uniforme oficial do Serviço Diplomático e suas linhas simples desmentiam sua elegância ao mesmo tempo em que mostravam suas pernas longas figurando para a perfeição. Seus cabelos loiros eram lisos e batiam nos ombros, caindo de cada lado de seu rosto alimentando suas feições. Olhos cinzentos brilhavam quietamente em uma brincadeira entre ela e Will. O quadro era completado por um nariz reto, queixo firme e uma boca cheia que ecoava a dica de diversão e prazer genuíno em seus olhos.
Eles ficaram sem palavras por um momento, deliciados de verem um o outro outra vez, Alyss era uma das amigas mais antigas de Will, sendo uma das protegidas do Castelo Redmont. Na verdade, quando Will retornou para Redmont, com o coração partido de sua despedida da Princesa Cassandra, eles tinham progressivamente aumentado para algo mais do que amigos. A graciosa diplomata aprendiz tinha percebido a sua necessidade de carinho, companhia feminina e afeição e tinha ficou mais do que feliz em fornecer os três.
Não havia progredido muito após algumas tentativas de abraços e beijos no luar, e talvez por isso, havia uma sensação de trabalho inacabado entre eles.
Delia, vendo o prazer evidente na companhia de um do outro, percebeu a relação e com relutância se rendeu. Ela era realista o suficiente para saber que era bonita e animada e provavelmente a garota mais atraente da sua idade na ilha. Mas essa loira elegante no vestido branco macio era mais do que bonita. Ela era elegante, graciosa e, em uma palavra, linda. Não havia competição, ela pensou, resignada em como as coisas foram começando a derreter com aquele homem interessante e bonito jovem.
 O que você está fazendo aqui?  Will finalmente encontrou sua voz e levou Alyss para onde ele e Delia estavam sentados.
A menina da vila notou que ele manteve segurando uma das mãos de Alyss e ela não fez nenhum movimento para quebrar o contato.
 Ah, apenas um malote diplomático rotineiro do tribunal  ela disse, balançando a cabeça para significar que sua missão era pouco importante.  Eles estão indo para metade dos feudos. Nada de tremer a terra. Eu soube que você estava em Seacliff, então troquei atribuições com outro correio para poder vir ver você.
Ela olhou significativamente por cima do ombro, levantando uma sobrancelha requintada para lembrá-lo de suas maneiras. Will percebeu que ele havia se esquecido de Delia, e agora ele se apressou, batendo contra sua cadeira e derrubando-a.
Houve um momento de confusão quando ele a recolheu. Ao menos, pensou Delia, isso significava que ele precisaria largar a mão de Alyss.
 Desculpe-me!  Ele disse correndo.  Alyss, essa é Delia, uma amiga minha daqui. Delia, essa é a Mensageira Alyss, uma de minhas mais antigas e queridas companheiras.
Delia estremeceu interiormente no “mais queridas”, mas sorriu bravamente quando apertou a mão de Alyss. Foi suave e quente, é claro, com um aperto surpreendentemente forte.
 Prazer em conhecê-la  ela disse.
Alyss sorriu, sabendo que Delia estava nada satisfeita.
 Como vai você?  Disse ela.
Will olhou para elas, indeciso, sem saber o que fazer. Então o prazer em ver Alyss novamente o assumiu.
 Então, você vai ficar quanto tempo? Vai ter tempo para eu te mostrar a ilha?
Ele disse, e Alyss balançou a cabeça com pesar.
 Apenas hoje e amanhã  ela disse.  Há um banquete formal amanhã, mas estou livre hoje à noite e eu pensei...  Ela deixou a frase pendurar e Will aproveitou a oportunidade ansiosamente.
 Bem, então jante comigo essa noite!  Ele fez um gesto em direção à cabana atrás deles.  Vou perguntar a Edwina se ela pode servir para outra pessoa.
 Edwina?  Alyss repetiu, levantando uma sobrancelha.
Ela olhou para a cabana, querendo saber se Will mantinha uma tribo de mulheres com ele. Delia respondeu antes que Will pudesse explicar.
 Minha mãe  disse ela.  Nós somos donos da taberna da cidade  ela sorriu com excesso para Will.  Eu posso dizer para ela se você quiser. Não vai ser problema para ela, e estava na hora de eu voltar de qualquer maneira.
Will hesitou, sem saber como lidar com essa sucessão de eventos.
 Ah... bem... bem — então, deixando apenas uma pausa longa, ele acrescentou: Por que não se junta a nós? Podemos jantar todos juntos.
Delia sentiu um pequeno triunfo quando o sorriso de Alyss desapareceu ligeiramente, e por um momento ela ficou tentada a aceitar. Mas ela percebeu quase de imediato que este pequeno triunfo era provavelmente o único que ela teria naquela noite.
 Não. Eu tenho certeza que vocês têm muito para conversar. Vocês não me querem junto.
Alyss, ela notou, não fez nenhum movimento para contradizê-la. Will, um pouco sem jeito, disse:
 Bem, se você tem certeza, então...  ele sentiu a tensão no ar mas não tinha ideia do que fazer sobre isso.
Delia já estava recolhendo a pequena tigela de barro que ela havia trazido para seu jantar.
 Vou levar isso de volta  ela disse.  É apenas ensopado, e tenho certeza de que minha mãe vai querer fazer algo especial para a querida amiga de um arqueiro.
 Isso é ótimo  Will respondeu automaticamente, sem perceber o a ironia no tom dela.
Seus olhos ainda estavam presos em Alyss.
Delia esperou um segundo ou dois, então perguntou:
 Que horas vocês gostariam de jantar?
Alyss respondeu por ele:
 Eu tenho um encontro com o barão primeiro  ela disse.  E gostaria de resolver minha hospedagem e tomar um banho antes do jantar. Talvez em duas horas?
 Daqui a duas horas então  Delia respondeu. Então ela adicionou para o Will:  E eu vi mamãe fazendo uma torta de frutas especial. Talvez você gostaria dela para sobremesa?
Will assentiu com alegria, gostando da ideia.
 Isso seria ótimo. Obrigado, Delia  ele disse.
Ela forçou um sorriso, acenou em despedida para Alyss e se afastou, caminhando rapidamente em direção à vila.
 Por que você ofereceu torta para eles?  Ela se perguntou baixinho enquanto caminhava. Era quase como se ela estivesse tentando fazer as coisas piorarem para ela, acrescentando amargamente: “Talvez você poderia voltar e montar um jantar romântico a luz de algumas velas para eles também?
Ela olhou para trás assim que ela contornou a borda do bosque, mas Will e Alyss não estavam prestando nenhuma atenção nela. Amargamente, notou que eles estavam de mãos dadas novamente.


 Você está ficando cada vez mais famoso  Alyss disse, sorrindo para Will no outro lado da mesa de jantar.
 Estou apenas me virando — ele disse.  É tudo um pouco opressivo, na verdade.
O olhar firme de Alyss disse-lhe o que ela viu através de sua pretensão de distorcer as coisas.
 Convidando a tripulação do Wolfcloud para um banquete?  Disse ela. Prevenindo uma batalha no feudo, entregando poucos animais e um ou dois barris de vinho? Eu diria que você resolveu as coisas muito bem.
 Ah, Escandinavos não são tão difíceis de tratar uma vez que você os conhece  Will respondeu.
Então sorriu para ela. Ele realmente estava muito orgulhoso da maneira como ele lidou com aquela situação potencialmente perigosa.
 Além disso  acrescentou ele  valeu a pena para ver todos os cavaleiros folgados e suas damas sentados para jantar com uma tripulação de piratas sanguinários.
Alyss franziu as sobrancelhas ligeiramente, enquanto ela corria o dedo à volta do topo do copo de vidro.
 Não era um pouco arriscado?  perguntou ela.  Afinal, poderia acontecer qualquer coisa com essa mistura de pessoas.
Will balançou a cabeça com firmeza.
 Não depois de Gundar me dar a sua palavra como um jarl. Nenhum escandinavo jamais quebra esse juramento. E eu sabia que Norris manteria seu povo sobre controle, que era o mínimo que ele poderia fazer  acrescentou significativamente.
Alyss pegou a mensagem tática e ergueu as sobrancelhas em uma pergunta. Will hesitou um instante, não querendo lavar a roupa suja de Seacliff em público. Então ele percebeu que Alyss era um membro do serviço diplomático, e acostumada a ouvir segredos muito mais importantes do que este.
 Norris e o Barão tinham deixado as coisas muito frouxas por aqui. Eles não teriam nenhuma chance em uma batalha. Seus homens estavam mal treinados, mal armados e fora de condição física. Pelo menos Norris percebeu o fato e apoiou a ideia do banquete.
 E foi de fato uma boa ideia  Alyss disse calmamente.
Will franziu seus lábios, pensativo.
 Suponho que o fato de eu ter feito a travessia do Stormwhite ajudou nisso.  Ele rebateu  percebi que eles estavam com falta de provisões e que não durariam o inverno sem elas. Ao fazer as coisas à minha maneira, eles não teriam que lutar pelas provisões, e acabaram indo para um banquete também.
Ele sorriu com a lembrança mais uma vez.
 Então, eles estão em segurança em todo o caminho de volta?  Alyss perguntou casualmente.
Will balançou a cabeça.
 Eles ainda estão defumando a carne para durar durante o inverno — ele disse  vão estar em Bitteroot Creek por mais dois ou três dias, então estarão no seu caminho de volta.
 Isso significa que ainda são um perigo para o feudo?  Perguntou ela, mas Will se apressou a tranquilizá-la a esse respeito.
 O juramento de Gundar se mantém  disse ele.  Eu confio nele totalmente.  Ele sorriu ao acrescentar  especialmente porque ele sabe que eu sou um amigo pessoal do Oberjarl escandinavo.
 Você vai informar a negligência de Norris de seu dever, não vai?  Alyss perguntou.
Como arqueiro, a fidelidade principal dos mensageiros era para o Rei. Will assentiu.
 Terei que fazê-lo  disse ele — mas pelo menos posso afirmar que ele aprendeu sua lição. Seus homens estão treinando sem parar desde a manhã depois do banquete, e foi um momento impopular, eu poderia dizer. Em um mês ou algo assim, ele vai ter que chicoteá-los para manterem a forma.
 Então as coisas estão em ordem aqui?  Alyss disse, casualmente, em seguida acrescentou:  Não haveria nenhum problema se você tivesse que deixar a vila por um tempo?
Will estava pegando o jarro de água quando ela disse as últimas palavras. Sua mão congelou no ar e olhou nos olhos dela. Eles estavam sérios agora, sem nenhuma sugestão de humor e do calor que tinha sido tão evidente no início. Isso, ele percebeu, eram negócios.
 Deixar?  Disse ele, e ela concordou.
 Não é por acaso que estou aqui Will. Ah... havia alguns documentos de rotina para entregar, mas Halt e Crowley especificamente me pediram para assumir essa tarefa e dar-lhe uma mensagem. Você está sendo transferido.
Will sentiu uma pontada súbita de dúvida com essas palavras. Talvez sua atuação na situação dos Escandinavos não tenha sido tão inteligente quanto ele pensava. Alyss viu a preocupação escrita em seu rosto e se apressou a tranquilizá-lo.
 Não é nenhuma punição, Will. Eles estavam muito satisfeitos com a maneira como você lidou com as coisas, Halt, em particular. Eles têm uma missão temporária e precisam de você para ela.
Ele sentiu o peso de levantar dúvidas de suas palavras.
 Que tipo de tarefa?
Alyss deu de ombros.
 Eu não sei os detalhes ainda. É altamente confidencial  ela disse.  Como eu disse, eles queriam que eu entregasse a mensagem porque eu era uma antiga amiga. Dessa forma, as pessoas não vão começar a se perguntar por que você desapareceria de repente, após a visita de um Mensageiro. Elas só vão relevar, será visto como o gosto dos arqueiros por sigilo. Espero que eles pensem que a minha visita era puramente social, particularmente com a sua namorada Delia para atiçar o fogo da fofoca.
Will corou ligeiramente.
 Ela é apenas uma amiga!  ele protestou desajeitadamente.
Mas Alyss não respondeu. Ela estava apontando para a cadela, que estava deitada, satisfeita nas pedras quentes ao lado do fogo. Agora ela estava acordada, orelhas achatadas contra a lateral de sua cabeça, os dentes arreganhados. Um rosnado baixo surgiu em seu peito. Seu olhar estava fixo na porta da cabana.
 Há alguém lá fora  Will disse suavemente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário