sexta-feira, 23 de outubro de 2009

A Mecânica do Coração

Autor: Mathias Malzieu
Título Original: La Mécanique du Cœur (2007)
Editora: Contraponto
Páginas: 143
ISBN: 9789896660208
Tradutores: Irene Daun e Lorena e Nuno Daun e Lorena

Sinopse
Edimburgo, 1874. Jack nasce no dia mais frio do mundo, com o coração… congelado. A Dr.ª Madeleine, a parteira (segundo alguns, uma bruxa) que o trouxe ao mundo, consegue salvar-lhe a vida instalando um mecanismo – um relógio de madeira – no seu peito, para ajudar a que o coração funcione. A prótese funciona e Jack sobrevive, mas com uma condição: terá sempre de se proteger das sobrecargas emocionais. Nada de raiva e, sobretudo, nada de amor. A Dr.ª Madeleine, que o adopta e vela pelo seu mecanismo, avisa: «o amor é perigoso para o teu coraçãozinho.» Mas não há mecânica capaz de fazer frente à vida e, um dia, uma pequena cantora de rua arrebata o coração – o mecânico e o verdadeiro – de Jack. Disposto a tudo para a conquistar, Jack parte numa peregrinação sentimental até à Andaluzia, a terra natal da sua amada, onde encontrará as delícias do amor… e a sua crueldade.

Opinião
Está a partir de hoje disponível nas livraria este pequeno livro do francês Mathias Malzieu, que, para além da escrita, se dedica também à música como vocalista da banda Dionysos; La Mécanique du Cœur é também o nome de um álbum conceptual baseado na história, gravado pela sua banda e lançado em 2007.

Este livro tem uma premissa maravilhosa, com uma história que faz lembrar um qualquer filme que Tim Burton pudesse ter adaptado ao grande ecrã (aliás, prevê-se que a história seja transformada em filme de animação pelas mãos de Luc Besson). O livro é narrado na primeira pessoa por Jack, que, curiosamente, se recorda da sua vida desde o momento em que nasceu e a sua parteira se viu obrigada a instalar um relógio perto do coração de Jack para que ele pudesse sobreviver. No entanto, este mecanismo não impede que o coração de Jack seja frágil, pelo que ele não deverá envolver-se em situações que impliquem um turbilhão de sentimentos. Apesar de todos os avisos, na primeira vez que sai à rua, depois de muitos anos confinado a um espaço fechado, Jack apaixona-se perdidamente por uma jovem que ouve a cantar na rua e este é o acontecimento que irá despoletar a sua fuga de Edimburgo para a Andaluzia, para tentar ganhar o seu coração... e perceber o funcionamento do seu.

Gostei muito de toda a ideia/concepção desta história e a escrita poética de Mathias Malzieu cativou-me na maioria do tempo, mas não deixei de achar que havia espaço para um maior desenvolvimento do enredo e das personagens. Apesar disso, foi um livro que me deu prazer ler, dando por isso o meu tempo por bem empregue.


7/10 - Bom

2 comentários: