quarta-feira, 24 de junho de 2009

O Peregrino, de John Bunyan

TRECHO:
Um dos autores mais influentes do Século 17,
John Bunyan (1628 - 1688) foi um fenômeno
cultural singular cuja aparição na historia das
idéias cristãs possui um caráter surpreendente
se levarmos em conta quem Bunyan era e sua
historia de vida, o contexto histórico em que
vivia e o ambiente cultural e teológico ao qual
pertencia. Apesar de todas estas forças
adversas e contra qualquer expectativa,
Bunyan produziu uma obra literária, não só de
grande repercussão e influęncia no mundo
protestante como também de reconhecido valor
literário.
Sua obra - prima, O Peregrino, só perde para
a Bíblia em numero de exemplares vendidos e
influęncia nos círculos cristãos mais conservadores.
Todas as obras alegóricas de Bunyan, incluindo esta, já foram livros muitos populares nos
países de língua inglesa, notadamente na Escócia e nos Estados Unidos. Os tempos
mudaram, os gostos mudaram, as idéias mudaram, e os livros de Bunyan caíram no
esquecimento. Vale a pena, entretanto, ler estas antigas alegorias não só pela sua beleza
literária, reconhecida pelos críticos desde o movimento romântico, mas também pela
natureza edificante das idéias aqui presentes. Bunyan emociona e motiva, provoca a
reflexão e eleva o espírito humano é contemplação dos mistérios da fé cristã.

2 comentários: