quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

A Muralha de Gelo

" Eddard Stark só aceitou o prestigiado cargo de Mão do Rei para proteger o rei... ou não suspeitasse que o anterior detentor desse título fora mandado assassinar pela rainha. Mas agora Eddard tem a certeza que foi ela. E também sabe a razão: a rainha tem um segredo escabroso que pode levar à queda da dinastia e mesmo à guerra civil!
E como se a conspiração palaciana não bastasse, tudo piora quando o rei Robert Baratheon é ferido mortalmente por um animal numa caçada. Mas a Mão do Rei já desconfia de tudo: terá sido mesmo um animal... ou o trabalho de mais um assassino da rainha? Um homem honrado e justo, Eddard Stark começa a temer ser derrotado pelo ninho de víboras que é a Corte e a Casa Lannister.
Mas a ameaça de guerra civil não é a pior sombra que paira no ar. No norte, para lá da muralha de gelo, uma força misteriosa manifesta-se de maneira sobrenatural. E ainda mais longe, a última herdeira dos Targaryen prepara-se para invadir os Sete Reinos com o maior exército alguma vez visto... e com o auxílio de dragões!"

Com este segundo volume das Crónicas de Gelo e Fogo George R. R. Martin apenas conseguiu prender completamente a minha atenção. Com o rei morto e as relações entre Lannister e Stark completa e irremediavelmente quebradas tem início a guerra pelo Trono dos Sete Reinos com a qual leitor tem a oportunidade de fazer descobertas incríveis e de ser surpreendido pelo desenrolar da acção que, muitas vezes, toma rumos nunca por si imaginados. As fugas, as traições, a intríga palaciana...tudo se conjuga para que o leitor tenha verdadeira difuculdade em largar o livro nem por um instante.

O facto de em cada capítulo do livro a história ser narrada do ponto de vista de um personagem diferente fez com que desse por mim a desejar que rapidamente chegasse o capítulo de determinado personagem para poder saber novas suas e das suas peripécias. Esta característica do livro permite-nos também ver a história do ponto de vista dos diversos personagens, descobrir o modo como cada um vê o mesmo assunto de um ângulo distinto, torna mais familiar o modo de agir e pensar dos personagens levando o leitor a tentar por vezes antecipar as acções de alguns deles. Confesso que, no meu caso, não foram muitas as vezes que acertei pois a imaginação do autor é tudo menos previsível. Adoro ver os personagens crescer e tomarem novas formas aos nossos olhos, as mutações sofridas pelas suas emoções, o modo como nos podem surpreender as suas acções...

O lado mais sobrenatural e fantástico da história continua presente. Não só a khaleesi Daenerys consegue dar vida a três fabulos dragões - criaturas há muito extintas em todo Westeros - como se adensam os problemas para lá da Muralha. O mistério e o perigo aumentam a cada página virada...

9/10


3 comentários: