terça-feira, 8 de julho de 2008

Um juiz entre a lei e o seu passado

Scott Turow dispensa apresentações, especialmente entre os apreciadores do thriller jurídico: “Danos Pessoais” e “Presumível Inocente” granjearam-lhe o reconhecimento dos leitores.
Pois chegou agora aos escaparates “Juiz por um Fio”, um novo livro do autor que traz de volta George Mason, agora já não advogado de defesa mas juiz do tribunal da Relação.
A trama desenrola-se em torno de uma caso de violação sobre o qual o colectivo de juízes tem de pronunciar-se, interpretando a teia de contradições legais que o caso suscita.
Mas mais do que o caso em si, e apesar da sua complexidade, o que perturba o juiz é a memória do seu passado que se insinua a pouco e pouco. E as semelhanças que vai estabelecendo levam-no a pôr em causa a lei e a sua capacidade para aplicá-la. As ameaças de que é alvo são um “fait divers” no meio do seu combate com a lei e consigo mesmo.
Um livro que se lê de um fôlego, como aliás é hábito nas obras de Scott Turow.
__________
Scott Turow
Juiz por um Fio
Publicações Europa-América, 17,50 €

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário