terça-feira, 8 de abril de 2008

O livro do sucesso

Quando me sugeriram O rapaz que chutava porcos, nunca imaginei que se tornasse num tamanho sucesso! Não é um livro com a marca juvenil, o que só prova quão versátil é a leitura dos jovens e quão perigosos são os catálogos.
Aproveitei o facto de estarem, genericamente, fascinados com o terror, o excesso de violência e o sadismo para incluir esta narrativa ácida e virulenta no leque de seis livros que proponho ao 3º ciclo, nos ateliers Diz-me quem és, dir-te-ei o que lês.
O mais interessante foi a unanimidade com que os alunos se manifestaram, mesmo aqueles que desde o início das sessões assumiam que não liam. Na sessão da manhã, uma das alunas mais problemáticas acabou por dizer que não lia porque não tinha ainda encontrado o livro certo, e estava verdadeiramente entusiasmada com ele. Muitos alunos pediram a referência bibliográfica para o comprarem. Como me disseram que tinham de apresentar um livro na aula de português, no âmbito das actividades de leitura recreativa, aproveitei o balanço para sugerir que escolhessem um de entre os seis apresentados. Será uma forma de associar uma actividade de que gostaram à leitura e à utilidade que tem para a própria escola.
No final da sessão da manhã perguntei aos alunos se tinham gostado. Disseram-me que sim. Foi então que os confrontei com o seu comportamento inicial, de caras muito sérias e ar contrariado. Responderam que estavam à espera de apanhar uma grande seca... Mas afinal não. Senti-me realizada. Posso finalmente dizer que este atelier está ao nível do Ver para Crer, e consegui voltar a ter as mesmas reacções de interesse e desejo de leitura que o Ver para Crer continua a proporcionar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário